Orando no espírito pelo Espírito Santo

Vocês já observaram como Paulo orava pelos irmãos? Vamos tomar como exemplo a oração dele pelos Efésios:

Não cesso de dar graças por vós, fazendo menção de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele, iluminados os olhos do coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento […] (Efésios 1.16-18.)

Se você comparar esse trecho da carta com outros textos das cartas de Paulo, nas quais ele ora pelos irmãos, vai observar que ele sempre se refere ao pleno conhecimento de Deus e ao seu plano de Salvação do homem para plena comunhão com Ele. A oração de Paulo a Deus era para que todos compreendessem a grandeza da redenção.

Você já se perguntou por que Paulo não orava pela família dos irmãos ou pela saúde deles, pelas finanças, pelo ministério, etc.? Eu lhes respondo: Porque Paulo descobriu, pelo Espírito Santo, um meio eficaz e poderoso de oração, a oração produzida pelo Espírito Santo em nosso espírito (Romanos 8.26-27). Paulo sabia que, se cada irmão aprendesse a orar dessa maneira, ele teria, de Deus, espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dEle; teria os olhos do coração iluminados, para saber qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos.

E qual é a nossa herança? Qual é a sua herança em Deus?

Paulo, ensinando aos Coríntios, disse:

Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus. (1 Coríntios 2. 9-10).

O mistério que estivera oculto dos séculos e das gerações, agora, todavia, se manifestou aos seus santos; aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isso é, Cristo em vós a esperança da glória. (Colossenses 1.26-27).

Mediante a oração no Espírito, temos condições de descobrir qual é a nossa herança nos santos.
Você deve estar se perguntando: “e como é esta oração no Espírito? “O que fala em outras línguas não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende e em espírito fala mistérios.” (1 Coríntios 14. 4.)

Jesus, dando instruções aos seus discípulos, disse que aqueles que creem falam em novas línguas (Marcos 16.17). Como? Segundo o Espírito lhes concede que falem (Atos 2.4). Deus é muito simples em suas coisas, Ele não dificulta nada para o homem. Quem crê fala novas línguas. Você não se esforça para fazer seu pulmão funcionar; basta respirar, certo? Orar no Espírito é fácil assim! Você ainda não ora no Espírito? Basta crer e orar (Marcos 16.17).

Você já fala em novas línguas? Coloque o dom de Deus em prática; Ele lhe deu para o seu uso (Judas 1.20). Ele nos deu esse dom, para que eu e você tenhamos condições de “compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento” para que sejamos “tomados de toda a plenitude de Deus” (Efésios 3.18-19).

Com amor em Cristo,

Amariles Sousa